sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Não deixe que seu amigo se torne vítima de maus tratos. Dicas para escolher pet shops para banho e tosa


Gente, presta atenção aqui um minutinho:

Eu já falei isso nesse blog algumas vezes e repito agora. Hoje em dia abre uma pet shop em cada esquina, parece que brotam do nada. O cara perde o emprego, não sabe o que fazer da vida, e sem ter nenhuma experiência ou conhecimento, resolve que vai fazer banho e tosa nos bichos dos outros. Tem que tomar muito cuidado na hora de escolher onde você vai levar seu animal. Não dá pra escolher só porque é perto de casa, só porque eles têm serviço de leva e traz ou só porque eles cobram mais baratinho que a pet shop da outra esquina. E contratar os serviços por telefone e entregar seu amigão pra qualquer um, JAMAIS, nem pensar!
Avalie se o estabelecimento é seguro contra fugas, verifique se ele tem licença da Vigilância Sanitária para funcionar e se as instalações são higiênicas e adequadas. Tem cada pocilga por aí com placa de pet shop na porta que vocês nem imaginam! Tem que entrar pra ver como é por dentro. Seja criterioso e exigente, seu bicho merece e você está pagando pelo serviço. E o mesmo vale para os hoteizinhos.
Precisa avaliar também como os animais são tratados no estabelecimento. Se o seu cachorro detesta o dia de ir tomar banho, pode ser que ele esteja sendo mal tratado. Tem muito funcionário sem paciência que trata os animais com brutalidade e acaba mutilando patas, rabos e torturando o bicho na hora de tirar os nós do pelo (aliás, saiba que dói demais tirar os nós, o melhor é escovar com frequência para não deixar o pelo embolar - quanto mais nós, maior é o sofrimento).
Seu cão ou gato não fala com palavras, mas tem outros meios de se expressar. Aprenda a entendê-lo. Avalie o comportamento do seu bicho antes de entrar e ao sair do banho, observe se ele gosta ou se tem medo das pessoas que o manuseiam. Tem que ficar atento aos sinais, confie no seu animal e no seu sexto sentido.
O certo mesmo é ficar na loja esperando enquanto ele toma banho para supervisionar o atendimento. Assim ele não fugirá para ir atrás de você e ninguém terá coragem de maltratá-lo na sua frente. Quem ama, cuida.
Está dado o recado.

P.S.  O Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo (CRMV-SP) deixou neste post um comentário muito importante. Tão importante que estou copiando e adicionando ao texto. Leiam com atenção:

"Olá! Uma outra dica para quem utiliza serviços de pet shops ou salões de banho e tosa: é fundamental verificar também se o estabelecimento possui registro no Conselho Regional de Medicina Veterinária. Isso pode ser feito por um certificado, que deve estar afixado em local visível ou ser apresentado caso o consumidor solicite, ou consultando o site do CRMV-SP (http://www.crmvsp.org.br), no item "Siscad". Esse registro é a garantia de que existe ali um médico veternário responsável técnico pelo local. Qualquer equívoco em procedimentos realizados pelo estabelecimento, o veterinário poderá ser responsabilizado. Se você procurar um pet shop ou salão de banho e tosa e ele não possuir o registro, denuncie ao CRMV-SP pelo e-mail falecom@crmvsp.org.br. Se o estabelecimento em que você levou seu pet cometeu algum tipo de dano ao animal, denuncie também ao CRMV-SP. Exija seus direitos de consumidor!"

9 comentários:

  1. Parabéns pelo "prete atenção"!

    Realmente é impressionante o número de novas pet shops que abrem a cada dia...

    As poucas vezes que precisei mudar o local de banho e tosa do meu cão, procurei ser muito observador. Quando ele volta observo muito a irritação dele. Como ele tem 10 anos, já está acostumado com os apetrechos do banho e tosa, portanto não deve chegar muito estressado.

    Nunca ele foi para um novo banho e tosa sem que eu conheça onde é e como são as instalações.

    Contratar os serviços por telefone e entregar seu amigão pra qualquer um, JAMAIS!

    ResponderExcluir
  2. Oi Fábio

    Você está certíssimo. É assim mesmo que se faz. Vou até roubar uma frase do seu comentário e adicinar à postagem: "Contratar os serviços por telefone e entregar seu amigão pra qualquer um, JAMAIS!"

    ResponderExcluir
  3. Me dei mal uma vez com essa de que "temos um terreno grande todo gramado e muito espaço para os cachorros brincarem". Não tinha tempo para me decidir e como foram recomendados por um amigo, aceitei. Tudo era mentira! Descobri sem querer... os cachorros ficavam encerrados em um quarto de 3x3 que por tanta pulga e carrapato (!!!!) me devolveram os cachorros "fedendo" a talco anti-carrapatos!!!!Tanto era o talco que o cocker mais velho ficou doente, nem comia... jamais deixo meus cachorros em um lugar que eu não conheça e muito menos com qualquer um!!!

    ResponderExcluir
  4. Oii!
    De fato, você está certíssimo! Mas ainda sim, eu digo, mesmo se o lugar for bem inspecionado, tiver alvará da Vigilância e tudo o mais, ainda sim, nem sempre é o suficiente!!
    Costumava levar meus cãezinhos (atualmente são duas cadelinhas, mas há uns 15 anos atrás, eu tinha um outro casal de poodles) no banho e tosa da clínica veterinária que já está aqui no bairro há uns 30 anos! Curiosamente, todos os cães, não só os meus, mas os de vizinhos e amigos que levavam ao mesmo estabelecimento, adquiriam otites, agudas em muitos casos! Eles (creio eu, que propositalmente), não utilizavam algodão nos ouvidos dos bichinhos! O mais curioso, é que, sempre que retirávamos os animais, o veterinário já diagnosticava a otite, e oferecia os remédios, sem ele ter ao menos olhado para o cachorro! Isto acontecia com todos os animais do bairro!!

    No lugar em que levo minhas meninas atualmente, uma vez trocaram as cadelinhas, e deram a minha à uma outra mulher, entregando a dela para minha mãe! O rapaz conseguiu alcançar a outra mulher na rua, que por sinal, já tinha ido embora com minha cachorrinha!! Atualmente, ainda levo-as para tosar neste estabelecimento, mas fico esperando-as!! Não as deixo mais sozinhas!!

    ResponderExcluir
  5. olha q, as vezes, mesmo nós tutores estando perto, acontecem acidentes... o vet "matou" minha Vivi pq deu um injetável numa dose muito alta...

    ResponderExcluir
  6. Anônimo5/8/11 09:42

    Olá Nena

    São duas coisas diferentes. No seu caso, o que aconteceu foi um erro do médico veterinário, é terrível, sim, mas não foi uma situação de maus tratos. Quando eu digo que tem que ficar perto é para evitar que o animal seja manuseado com brutalidade ou maltratado pelos funcionários ou ainda que ele tente fugir para ir atrás de você. Quem usa serviços de banho e tosa em pet shop tem que acompanhar o processo todo, sem dúvida nenhuma.

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Uma outra dica para quem utiliza serviços de pet shops ou salões de banho e tosa: é fundamental verificar também se o estabelecimento possui registro no Conselho Regional de Medicina Veterinária. Isso pode ser feito por um certificado, que deve estar afixado em local visível ou ser apresentado caso o consumidor solicite, ou consultando o site do CRMV-SP (http://www.crmvsp.org.br), no item "Siscad".

    Esse registro é a garantia de que existe ali um médico veternário responsável técnico pelo local. Qualquer equívoco em procedimentos realizados pelo estabelecimento, o veterinário poderá ser responsabilizado.

    Se você procurar um pet shop ou salão de banho e tosa e ele não possuir o registro, denuncie ao CRMV-SP pelo e-mail falecom@crmvsp.org.br. Se o estabelecimento em que você levou seu pet cometeu algum tipo de dano ao animal, denuncie também ao CRMV-SP. Exija seus direitos de consumidor!

    ResponderExcluir
  8. sou tosadora e realmente não me sinto á vontade com o proprietário me olhando fazer o bichinho!nem sempre o animal fica calmo na presença geralmente ficam inquietos!!!agora quanto aos nós q vc comentou eu amei pois tem que escovar os mascotes em casa e não esperar pelo milagre da pet e ainda mais,as vzs querem tosas altas em animais com muito nós e não aceita q nem sempre é possível tirar os nós!

    ResponderExcluir
  9. Eu levei minha York num petshop conhecido, super limpinho e estruturado, os funcioinários pareciam tratar corretamente, porém quando fui buscar percebi que ela não estava urinando direito. Ficou assim uns 2 dias, desconfiei do pet, mas como não temos como provar maus tratos, acabei trocando por outro. É perto de casa, pequeno, mas ela sai de lá toda contente, nunca percebi algo de errado com ela depois da mudança. Então, antes de escolher o petshop por ele ser conhecido e limpinho, ter as instalações super estruturadas, verifique como os outros cães saem de lá. Verifique se está deixando seu cão com alguém que realmente goste e saiba o que está fazendo.

    ResponderExcluir

LEIA AQUI ANTES DE DEIXAR SUA MENSAGEM -

Deseja adotar ou mais informações sobre um animal anunciado?

Então entre em contato direto com a pessoa responsável. O telefone ou e-mail aparecem sempre destacados no final de cada postagem. Eu faço somente a divulgação, nenhum desses animais está comigo. No caso de outros assuntos que exijam resposta, deixe seu e-mail para contato. Não damos retorno por telefone.